Logo Projeto DSD Consultores

Administração, Finanças, Fluxo de Caixa - 23/08/2019

Estrutura do Fluxo de Caixa para o verdadeiro controle financeiro

É preciso reconhecer a necessidade de fazer um Fluxo de Caixa para assumir o controle financeiro do negócio.

O primeiro passo para assumir o controle financeiro do negócio, é reconhecer a necessidade de elaborar um Fluxo de Caixa. Isso porque somente com um acompanhamento diário das entradas e saídas do caixa e a projeção de lançamentos futuros é que a empresa torna-se capaz de se prevenir diante de situações em que pode faltar dinheiro para pagar as contas do dia a dia. Mas para que isso funcione na prática, é importante entender como as informações do Fluxo de Caixa deverão ser estruturadas.

Plano de contas gerencial

O plano de contas gerencial é um conjunto de contas e subcontas da empresa, que você deverá especificar no momento da elaboração do Fluxo de Caixa e à medida que forem surgindo novas contas. Sua função é organizar as informações das entradas e saídas do caixa e ajudar a interpretar os relatórios gerenciais.z Lançamentos

Para que o Fluxo de Caixa funcione, ele precisa ser atualizado diariamente com todas as entradas e saídas de dinheiro. Isso quer dizer que nenhum lançamento pode ser esquecido. É importante que o saldo final do Fluxo de Caixa seja conciliado diariamente. Se o saldo final do Fluxo de Caixa estiver diferente do extrato bancário, existem 02 possibilidades: cheque de um pagamento não foi descontado ou um crédito não foi compensado.

Contas a pagar e a receber

Com base na experiência dos meses anteriores e nas contas negociadas a prazo, faça uma projeção das entradas e saídas do seu caixa para os próximos dias e meses e também insira todos os lançamentos que você sabe que estão por vir, tanto de pagamentos quanto de recebimentos, com seus respectivos valores e datas de saída/entrada. Com essa projeção você conseguirá saber, por exemplo, se pode assumir novos compromissos financeiros e em quais datas.

Relatórios gerenciais

Pouco tempo depois que seu Fluxo de Caixa estiver funcionando adequadamente, você conseguirá fazer comparações. Assim terá as informações necessárias para avaliar a liquidez do seu negócio. Além de poder extrair relatórios dos lançamentos e visualizar a análise comparativa do previsto x realizado, dependendo do sistema utilizado.

Controle financeiro

Com a estrutura do Fluxo de Caixa montada, não basta inserir as informações no momento da elaboração e esperar que os problemas sejam resolvidos. É imprescindível fazer a atualização e análise todos os dias para ter controle financeiro. Também é importante lembrar que você é a pessoa responsável pelo seu sucesso com a empresa. Pois trabalhando com atitude e a estratégia certa sempre se encontra oportunidade de fazer bons negócios.

Escrito por:
Francisco Barbosa Neto

Diretor da DSD Consultores, iniciou sua atividades em 1989 com atuação em Gestão Empresarial. Como consultor, tem ajudado as pessoas a não perderem dinheiro com o seu negócio, mostrando uma nova maneira de pensar, agir e medir com relação à gestão financeira.